Covid-19: Morre Aldemir Casagrande, o “Pé Roxo”, comerciante de Baixo Guandu-ES

Baixo Guandu-ES – O município de Baixo Guandu, na região Noroeste do Espírito Santo, registrou na manhã desta segunda-feira (26), mais um óbito decorrente do novo Coronavírus. A vítima desta vez foi o comerciante Aldemir Casagrande, de 68 anos, mais conhecido na cidade como “Pé Roxo”.

De acordo com informações da família, ele deu entrada com sintomas da Covid no dia 03 de abril no Hospital Estadual de Baixo Guandu, juntamente com a sua esposa, Terezinha, que faleceu no dia seguinte (04), mesmo dia que Aldemir foi transferido para o Hospital São José, no município de Colatina-ES.

Pé Roxo ficou internado durante todo esse tempo, travando uma verdadeira batalha contra o vírus, na semana passada ele apresentou uma certa melhora em seu quadro de saúde, levando os médicos a retirar um pouco da sedação. Um familiar relatou que ele estava começando abrir os olhos e querendo responder aos estímulos.

Ainda segundo a família, ele contraiu uma bactéria no hospital que causou uma infecção, no final desta semana o seu quadro de saúde apresentou uma piora acentuada e na manhã de hoje, segunda-feira (26), ele não resistiu e veio a óbito.

Pé Roxo quando jovem começou a trabalhar como caminhoneiro, mais tarde ele se tornou empresário como comerciante, ele era proprietário de uma mercearia no bairro Mauá, próximo a ponte da Mauá, depois ele mudou a mercearia para um ponto embaixo de sua residência no mesmo bairro onde funciona atualmente.

O sepultamento de Pé Roxo aconteceu na tarde desta segunda-feira (26), por volta das 15 horas no cemitério de Baixo Guandu, devido ao protocolo da pandemia, não houve velório, apenas alguns parentes participaram da cerimônia de despedida. Ele deixou dois filhos, Rodrigo e Cristiane, e dois netos.

Foto: Facebook.

Almir Casagrande – Pé Roxo.
* 1952 + 2021

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.