General e diretor do Inep, responsável pelo Enem, morre aos 59 anos por complicações da Covid-19.

Curitiba-PR – Morreu ontem, segunda-feira (11), aos 59 anos, por complicações da Covid-19, o general da reserva Carlos Roberto Pinto de Souza, que era diretor do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Carlos Roberto estava internado em Curitiba-PR, ele  ocupava, desde agosto de 2019, o cargo de Diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep. Ele participou das discussões envolvendo o Enem Digital que será aplicado pela primeira vez este ano (2021).

Em nota, o Inep confirmou o óbito sem mencionar a causa da morte e agradeceu o “trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético” de Souza. “Seu nome estará registrado na história”, afirma o órgão. Mas familiares e pessoas ligadas ao general confirmaram ser Coronavírus.

Carlos Roberto é da turma de 1983 da Academia Militar das Agulhas Negras – AMAN, indo para a reserva no ano de 2017. Como general ele ocupou dois postos: o de comandante de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército em Brasília-DF e o de chefe do Centro de Defesa Cibernética.

A morte do general aconteceu em meio à pressão sofrida para que o Enem fosse adiado devido à pandemia da Covid-19. A Defensoria Pública afirma à Justiça Federal que não há clareza sobre as ações adotadas pelo governo para evitar a contaminação dos estudantes e funcionários que vão aplicar as provas. O Enem está marcado para os dias 17 e 24 de janeiro.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.