Morre ex-presidente da Vale Eliezer Batista aos 94 anos

O ex-presidente da Vale  e ex-ministro de Minhas e Energia Eliezer Batista morreu na noite desta segunda-feira (18), aos 94 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. A causa da morte nao foi informada.

Ministro de Minas e Energia no governo João Goulart (1961-1964) e presidente da Vale por 10 anos, na ditadura, Eliezer Batista passou ainda pelos governos Fernando Collor (1990-1992), onde participou da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) e Fernando Henrique Cardoso (1998-2002), quando foi membro do Conselho Coordenador da Ações Federais no Rio de Janeiro.

Lamento e luto oficial

O governador Paulo Hartung lamentou a morte do ex-ministro Eliezer Batista e decretou luto oficial de três dias no Estado em função do falecimento.

“O ex-ministro fez parte de uma geração visionária no país. Como presidente da Vale do Rio do Doce, comandou a criação do porto de águas profundas no Espírito Santo, em Tubarão, inaugurando a logística necessária para a exportação do minério de ferro no país. Um passo importantíssimo para o desenvolvimento do Estado. Doutor Eliezer tinha também um olhar estratégico sobre as potencialidades de cada região e sempre demonstrou um enorme carinho por Pedra Azul, sendo um dos padrinhos do crescimento e da valorização do turismo no local.”

                      Foto: Reprodução.Eliezer ao lado do filho Eike Batista  Eliezer ao lado do filho Eike Batista.

Por Redação Tribuna Online.
Compartilhe
Facebook
WhatsApp

Notícias Recentes

Portal de notícias de Baixo Guandu e região Vale do Rio Doce. Desde 2018.