ATV traz com EXCLUSIVIDADE as Pedras sendo fragmentadas na BR 259. Veja o vídeo

O Jornal A Tribuna do Vale traz com EXCLUSIVIDADE o registro da fragmentação das pedras que interditavam a BR 259. A empresa AMF – Construtora, de Itapoã, Vila Velha-ES, que foi escolhida para fazer a desobstrução da BR, optou por utilizar a tecnologia Pyroblast, que fez a fragmentação das rochas, sem comprometer a encosta. Com essa tecnologia é possível realizar um desmonte controlado em menor tempo, com mais segurança e de forma ecologicamente correta.

O serviço foi realizado sem que colocasse em risco o deslizamento de novas rochas que estavam próximo a encosta, a AMF acertou na escolha e com a utilização da tecnologia Pyroblast, o tempo estimado pelo DNIT poderá ser reduzido, o que vai contribuir muito com a normalidade de quem depende de trefegar pela BR 259.

Confira nas fotos abaixo o antes e o depois da fragmentação das rochas da BR 259:
Fotos: Jornal A Tribuna do Vale.

                                

Com as pedras já fragmentadas, agora vem a parte de limpeza da área para poder liberar pelo menos meia pista, em sistema de Pare e Siga, para os veículos de passeio, leves e motocicletas, ou seja, o que estava previsto para acontecer em um prazo de 15 dias, segundo previsões, agora poderá acontecer antes, graças a tecnologia aplicada na fragmentação das rochas.

Acompanhe nas imagens do vídeo abaixo, as pedras sendo fragmentadas, como elas se desmancham sem causar fortes impactos e sem colocar em risco novos deslizamentos.

Redação: A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Compartilhe
Facebook
WhatsApp

Notícias Recentes

Portal de notícias de Baixo Guandu e região Vale do Rio Doce. Desde 2018.