HTML Widget previsão do tempo por Weatherwidget.org
Delegacia do consumidor apreende sabão em pó falsificado em duas redes de supermercado na Grande Vitória. - A Tribuna do Vale

Delegacia do consumidor apreende sabão em pó falsificado em duas redes de supermercado na Grande Vitória.

Grande Vitória – Na semana em que se comemora o dia do consumidor, a Delegacia do Consumidor apreendeu na última terça-feira (15), mais de 23 mil unidades de sabão em pó falsificado que estavam sendo comercializadas em duas redes de supermercados da Grande Vitória.

A fiscalização, realizada pela Delegacia de Defesa do Consumidor, ocorreu na data em que se comemora o Dia do Consumidor. As caixas foram recolhidas pela polícia. O produto foi apreendido em supermercados das redes EPA e Mineirão Atacarejo. O sabão em pó falsificado possui uma embalagem similar à da marca OMO e faz parte dos lotes 42 E e 45 E. Segundo o delegado da Delegacia do Consumidor, Eduardo Passamani, tanto a marca quanto os supermercados são vítimas neste caso, pois se trata de uma fraude. A investigação quer descobrir quem são os responsáveis.

“Estamos divulgando o nome da marca, pois ela é vítima neste processo. É uma fraude também contra o consumidor. Foi encontrado isso nos supermercados EPA e Mineirão Atacarejo. Já identificamos que os supermercados não foram danados, pois isso é uma fraude”, afirmou o delegado.

O delegado ainda informou que o cliente que tiver alguma unidade do sabão em pó do lote falsificado em casa, pode procurar o supermercado para efetuar a troca.

“Podem procurar o supermercado onde fez a aquisição para solicitar a troca. Os supermercados já foram informados e estão cientes que precisam trocar estes produtos”, disse.

Foram identificados produtos falsificados em sete estabelecimentos de seis bairros da Grande Vitória: Itapuã, Glória, Nossa Senhora da Penha e Paul, em Vila Velha; Jardim Camburi, em Vitória (dois estabelecimentos); e Jardim América, em Cariacica.  

As unidades do sabão em pó foram identificadas depois que a polícia acompanhou uma investigação ocorrida no Estado de Minas Gerais. Quando o produto falso foi colocado na água, a polícia observou uma grande alteração no sabão.

Além da diferença do próprio produto, há grandes diferenças também nas embalagens, começando pelo lacre. O original possui duas fitas. Já o falso é colado com cola quente. O lote também muda.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.