Fiscalização faz blitz orientam o fechamento de comércio em Baixo Guandu.

Agentes da Vigilância em Saúde, fiscais de postura da Prefeitura, saíram as ruas de Baixo Guandu, no Noroeste do Espírito Santo, na tarde de ontem, segunda feira (06), por volta das 14hs, em uma blitz no comércio, para que os lojistas cumpram o decreto do governo do Estado que proibe o funcionamento desses estabelecimenos frente a pandemia da Covid-19.

A ação foi coordenada pelo comandante da PM, capitão Wagner Batista e o chefe da Vigilância em Saúde, Azemar de Carvalho. Os lojistas não se opuseram e acataram a orientação da fiscalização.

A operação foi feita devido um bom número de lojistas terem aberto os seus estabelecimentos contrariando a proibição do Estado, fato que fez com que um grande número de pessoas circulassem pelas ruas e avenidas da cidade, gerando aglomeração de pessoas.

Fotos: SECOM/PMBG.

O comércio já está há 15 dias de portas fechadas, exceto os serviços considerados essenciais, como supermercados, postos de combustíveis, padarias, casas lotéricas, cuidados animais, lojas de alimentos, farmácias, distribuidoras de gás e água. 

Ontem o governador determinou que mais alguns comércios abrissem as suas portas, mas seguindo as normas estabelecidas pelas autoridade de Saúde. São eles, casas de material de construção, oficinas mecânicas , revendedoras de veículos e lojas de peças automotivas.

Também estão liberadas para funcionar lojas de chocolate e serviços de estética e beleza.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Compartilhe
Facebook
WhatsApp

Notícias Recentes

Portal de notícias de Baixo Guandu e região Vale do Rio Doce. Desde 2018.