Preso no Rio de Janeiro suspeito de matar vigilantes Guanduenses em Cabo Frio.

A polícia prendeu no último domingo (17), em Cabo Frio, um homem suspeito de participar do sequestro e assassinato dos vigilantes Luiz Paulo dos Santos França e Éder Henrique de Moura Teixeira, em julho do ano passado.

Os vigilantes que são naturais de Baixo Guandu, no Noroeste do Espírito Santo, foram sequestrados, mortos e torturados em uma comunidade de Cabo Frio conhecida como “Favela do Lixo”.

De acordo com informações da polícia, o suspeito identificado como João Pedro Silva Mariano, vulgo “João Pino”, é o quinto suspeito preso, por participação no crime dos vigilantes capixabas.

Na época do crime, três Guanduenses trabalhavam como vigilantes em um bairro de Cabo Frio, no interior do Rio de Janeiro, eles foram confundidos com milicianos por traficantes da região. Na época, um dos vigias conseguiu fugir e contou que eles foram obrigados a cavar a própria cova.

Além do envolvimento nas mortes, João Pino também possuía mandado de prisão por tentativa de homicídio contra policiais.  Ele está preso na Delegacia de Cabo Frio e, de acordo com a Polícia Militar, fazia parte de uma quadrilha que domina o tráfico de drogas em uma comunidade de Cabo Frio, conhecida como Favela do Lixo.

Outros quatro suspeitos de participar do crime já foram presos no ano passado. A polícia ainda busca por outras cinco pessoas que teriam participado do sequestro e da morte dos vigilantes.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Facebook Comments