Ex-prefeito de Nova Venécia é condenado por improbidade.

O ex-prefeito de Nova Venécia Walter De Prá foi condenado por improbidade administrativa pela  2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Ele terá que devolver R$ 25 mil aos cofres públicos. De Prá ainda ficará com os direitos políticos suspensos por cinco anos.

O ato de improbidade ocorreu, de acordo com denúncia do Ministério Público Estadual (MPES), na licitação para a produção de cartilhas destinadas ao combate à dengue. A Câmara do TJES, em decisão unânime, entendeu que houve “conluio” envolvendo o ex-prefeito, sua chefe de gabinete e um empresário. O acórdão foi publicado nesta quarta-fera (27).

De acordo com os autos, De Prá autorizou o pagamento das cartilhas, sem que o município tenha recebido o material, causando prejuízo ao erário. Além disso, o MPES argumentou, no pedido inicial, que a despesa foi ordenada apenas com a assinatura do político, não havendo deliberação do Conselho Municipal de Saúde, instância que avalia todos os investimentos da Secretaria Municipal de Saúde.

Por: A Tribuna do Vale.

Informações da assessoria de imprensa do TJES.

Compartilhe
Facebook
WhatsApp

Notícias Recentes

Portal de notícias de Baixo Guandu e região Vale do Rio Doce. Desde 2018.