Lula volta a encarar Moro nesta quarta-feira

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai prestar nesta quarta-feira, 13, em Curitiba, o segundo depoimento a Sérgio Moro em uma situação diferente da que enfrentou em maio, quando esteve pela primeira vez frente a frente com o juiz responsável pela Lava Jato na primeira instância. A amplitude da mobilização em apoio ao petista será menor.

A exemplo do primeiro depoimento, o PT e movimentos alinhados a Lula marcaram um ato para a tarde desta quarta-feira, agora na Praça Generoso Marques, no centro de Curitiba. Porém, até mesmo aliados do petista estimam um número muito menor de participantes.

Além disso, a escassez de recursos do PT é evidente. O próprio Lula deve abrir mão de viajar de jatinho e deve ir de carro até Curitiba. O motivo alegado é a falta de dinheiro. No dia 11 de maio, quando enfrentou Moro pela primeira vez, Lula foi à capital paranaense no avião do ex-ministro Walfrido Mares Guia.

Segundo o ex-ministro Gilberto Carvalho, um dos mais próximos auxiliares de Lula, a convocação foi restringida aos Estados da Região Sul por uma questão estratégica. A ordem agora, vinda do próprio Lula, é dar prioridade à agenda política, cujo principal vetor são as caravanas que o petista está realizando pelo País, em detrimento da agenda jurídica.

Por isso, o PT e seus aliados decidiram priorizar o uso dos recursos disponíveis para grandes mobilizações na caravana de Lula por Minas, que deve começar no fim de outubro.

Fonte: Folha Vitória