Condenado pela morte do juiz Alexandre, Fernando ‘Cabeção’ é assassinado dentro de carro em V. Velha.

Um dos envolvidos e condenado pela morte do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, o traficante Fernando Reis, o “Fernando Cabeção”, foi assassinado dentro do carro, na tarde deste domingo (28), na Avenida Carioca, na subida para a 3ª ponte, próximo a um Shoping em Vila Velha.

De acordo com informações, Cabeção estava no bando do carona de uma BMW, cor prata, que estava sendo dirigida por sua mulher, o veículo foi cercado e fuzilado por homens que estavam a bordo de um VW Voyage, de cor prata, que após o crime partiram em fuga.

A Polícia MIlitar foi acionada, esteve no local e isolou a área, a equipe do Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil fez a ocorrência e só passará informações sobre o caso e se houve prisão de algum suspeito depois de finalizar as diligências.

Informações repassadas dão conta de que, Fernando Reis (Cabeção), estaria envolvido em um homicídio que aconteceu durante a manhã deste domingo (28), no Bairro Divino Espirito Santo.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento DML – Médico Legal de Vitória, para ser liberado por familiares e passar por exame cadavérico, que irá apontar a causa da morte.

Caso Alexandre Martins

Fernando Reis é, entre vários nomes, apontado como um dos intermediadores do assassinado do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, morto a tiros no dia 24 de março de 2003, quando chegava em uma academia de ginástica, em Itapoã, Vila Velha.

Alexandre Martins investiga ações do crime organizado no Espírito Santo. Ele tinha acabado de estacionar o carro e foi baleado na rua. Testemunhas disseram que os tiros foram disparados por uma pessoa em uma moto e um 2º envolvido.

Em maio de 2005, Fernando Reis foi julgado e condenado a 23 anos de prisão pelo assassinato do juiz e cumpriu pena na Penitenciária de Segurança Máxima de Viana e em outro Estados.

O tribunal do júri entendeu que ele participou da morte em troca de recompensa para a quadrilha que liderava, no bairro Guaranhus, em Vila Velha.

Fotos: Internautas.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.