HTML Widget previsão do tempo por Weatherwidget.org
Cresce o número de casos de dengue em Baixo Guandu e situação já preocupa. Veja! - A Tribuna do Vale

Cresce o número de casos de dengue em Baixo Guandu e situação já preocupa. Veja!

Cresce o número de casos de dengue no município de Baixo Guandu, no Noroeste do Espírito Santo. Foram registrados nos primeiros 10 dias do ano de 2019 cerca de 16 casos confirmados na cidade.

A Vigilância Sanitária do município fez um alerta para a população e pediu atenção redobrada no combate ao foco do mosquito devido ao crescimento no número de casos registrados e confirmados no município..

De acordo com o coordenador da Vigilância, Azemar de Carvalho, o município conta com 20 agentes que estão visitando residências em todos os bairros da cidade diariamente e trabalhando na identificação de focos do mosquito aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Segundo Azemar de Carvalho, 80% dos focos do mosquito são encontrados em quintais ou dentro das residências, daí a necessidade da população se engajar na luta para evitar qualquer acúmulo de água parada.

“Os 16 casos de dengue confirmados nos primeiros 10 dias de 2019 preocupam e a hora é de alertar a todos. É um número muito  elevado. comparando-se aos anos anteriores e a principal ajuda tem que vir da população, evitando água parada em qualquer recipiente, tendo em vista que choveu muito na cidade no mês de dezembro”, falou o coordenador da Vigilância.

O chefe da Vigilância em Saúde orientou a população que procure inicialmente os postos de saúde do município, em caso de sintomas clássicos da dengue – como febre alta, dores no corpo, manchas no corpo, vômitos e mal estar geral.

Os postos, segundo ele, estão preparados para orientação e encaminhamento para a medicação, que encontra-se disponível na Farmácia Básica da Prefeitura, bem como a coleta de sangue para confirmação da doença, caso haja necessidade.

“O pronto socorro só deve ser procurado em casos de urgência e emergência, enquanto os pacientes com sintomas clássicos podem ser atendidos nos postos de saúde”, falou o coordenador da Vigilância em Saúde.

Somente no bairro Valparaíso, em um dia de inspeção dos agentes da Vigilância, foram encontrados esta semana 55 focos do mosquito em residências. Até em um copo com água que guardava as escovas de dentes de uma casa foi encontrado foco do mosquito.

A Dengue em números:

O quadro abaixo mostra as notificações e os casos de dengue confirmados em Baixo Guandu, desde 2005:    

ANONOTIFICAÇÕESCASOS CONFIRMADOS
2005164114
2006287167
200712782
2008385278
200919221801
201012214
201126046
2012335111
2013521147
201412523
2015245108
201626440
201722624
20188218
2019 (ATÉ 10/01)3716

Redação: Jornal A Tribuna do Vale com informações da SECOM/PMBG.