Projeto de jovem Guanduense está fazendo sucesso em escola de Linhares-ES.

O aplicativo digital “Relojoaria do João”, desenvolvido pelo estudante de Pedagogia da Faculdade de Ensino Superior de Linhares (Faceli), Gabriel Hülle Cardoso natural de Baixo Guandu, foi atualizado e agora se transformou em uma plataforma de aprendizagem da escola EMEF “José Modeneze” que fica no bairro Canivete em Linhares. O projeto, criado no ano passado para atender o aluno da educação especial João Vitor Santana, agora atenderá diversos estudantes da escola. 

Com a nova plataforma os estudantes poderão realizar atividades online além de jogos e quizes de conhecimento geral. A plataforma recebe o mesmo nome do aplicativo criado pelo acadêmico, “Relojoaria do João”. A nova versão pode ser encontrada em aplicativo ou por site, a ideia da escola agora é expandir a plataforma com atividades em que os alunos possam fazer diretamente em casa. O aplicativo facilita e adianta o trabalho das atividades pedagógicas que antes eram buscadas pelos pais dos alunos na escola .  

O projeto foi apresentado no ano passado no mais importante encontro de Educação Matemática do país, o jovem também já foi homenageado anteriormente como Moção de aplausos pelo Município de Baixo Guandu. A pretensão é que ele avance cada vez mais, facilitando o processo de ensino aprendizagem da Escola EMEF “José Modeneze”. Gabriel destaca que está muito feliz ao ver todo o engajamento da escola ao se reinventar, “É uma felicidade pra mim ver que a Educação não parou nesse momento, estamos fazendo todo o possível para que nossos estudantes possam dar sequência em seus estudos”. 

Gabriel destacou também que é provável que o projeto possa atender o Município de Baixo Guandu com parceria da Secretaria Municipal de Educação, conforme já era previsto para esse ano, mas por causa da pandemia foi suspenso. Segundo a diretora da escola Gilvana Faé “Acredito que essa plataforma vai contribuir demais para o desenvolvimento e aprendizagem de nossos alunos, principalmente nesse momento de pandemia onde não podemos ter contato físico. Além da plataforma facilitar e diminuir o volume de material impresso, agilizando a vida dos pais e alunos da comunidade escolar”. 

A coordenadora da escola Raniely Gonçalves dos Santos ressalta que “ A tecnologia é de fundamental importância para esse momento em que estamos vivendo, pois permite a interação entre escola e alunos. Os professores podem agora encaminhar suas atividades diretamente através da plataforma de nossa escola auxiliando os alunos  de forma interativa. Entretanto aqueles alunos que não possuírem internet, continuaram sendo atendidos no polo da escola através de apostilas impressas”. 

A partir do aplicativo os estudantes podem resolver quizzes e assistir vídeos interativos de conhecimentos gerais. Também é possível saber tudo o que está acontecendo na escola, podendo adquirir conhecimentos tanto didáticos quanto tecnológicos. Ao término das atividades a escola recebe uma porcentagem de acertos que o aluno teve, assim é possível haver um acompanhamento durante toda a semana dos resultados de cada aluno, contribuindo para realizar a avaliação de desempenho. 

Jornal ATV – A Tribuna do Vale com informações da assessoria de Linhares Marcela Liuth.