HTML Widget previsão do tempo por Weatherwidget.org
Luto no futebol mundial! Morre Diego Maradona vítima de parada cardiorrespiratória. - A Tribuna do Vale

Luto no futebol mundial! Morre Diego Maradona vítima de parada cardiorrespiratória.

Morreu nesta quarta feira (25), aos 60 anos de idade, em Buenos Aires, o maior ídolo do futebol argentino e um dos maiores gênios do futebol mundial, Diego Armando Maradona. A notícia foi confirmada pela imprensa argentina que lamentou profundamente a morte do ex-craque.

Maradona lutava contra uma série de problemas de saúde e contra a sua dependência química e faleceu depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória. No início deste mês, Maradona passou por uma cirurgia onde retirou um coágulo no cérebro, ficando internado por 10 dias

Conhecido pela habilidade dentro de campo e a conturbada vida fora dos gramados, Diego Maradona colecionou títulos e polêmicas durante toda a sua carreira. Ídolo da seleção argentina na Copa do Mundo do México em 1996, onde levou a seleção ao título mundial e chegou a ser comparado com o rei Pelé.

Naquela Copa Maradona marcou cinco gols, sendo que dois marcaram a carreira do craque, um deles, conhecido como “a mão de Deus”, utilizou a malícia para enganar o árbitro tunisiano Ali Bennaceur, dando um leve soco na bola ao disputar pelo alto com o goleiro Peter Shilton. O segundo foi um gol antológico, em uma arrancada que teve início antes do meio de campo, após driblar seis ingleses e o goleiro ele tocou para as redes.

No futebol argentino Maradona foi o maior ídolo de todos os tempos, jogou no seu clube de coração o Boca Juniors, passou pelo Barcelona que na época foi a maior e mais cara negociação do futebol mundial e teve grande destaque na passagem pelo clube italiano Napoli, onde deu os dois únicos títulos nacionais da história do clube.

A morte do craque Maradona rapidamente repercutiu e tomou conta dos noticiários na imprensa de todo mundo, celebridades, jogadores e ex-atletas, políticos e personalidades do mundo inteiro prestaram as suas homenagens ao gênio do futebol. O presidente da Argentina decretou luto oficial de três dias no país.

Foto: Reprodução:

* 30/10/1960 + 25/11/2020

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.