Testes com sirenes da usina de Aimorés, iniciam amanhã em Baixo Guandu-ES.

A Usina Hidrelétrica de Aimorés-MG, inicia amanhã, quarta feira (23), os primeiros testes das 9 sirenes instaladas no perímetro urbano de Baixo Guandu, mo Noroeste do Espírito Santo.

O teste faz parte de um treinamento denominado Plano de Ação de Emergência – que pode ser colocado em prática num hipotético caso de rompimento da barragem ou para emergências que necessitem de evacuação.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, a usina de Aimorés, é segura, sendo classificada na categoria de Baixo Risco (B), apresentando todas as condições de segurança necessárias para o seu funcionamento.

Está previsto em lei federal, o plano de Ação e Emergência (PAE), em todo país, nas comunidades localizadas abaixo das barragens. Aimorés e Baixo Guandu receberam ao todo 23 sirenes de alerta e dezenas de placas indicando rotas de fuga em caso de um desastre na barragem capaz de provocar inundação.

A partir de amanhã e até o fim do mês de outubro, as comunidades de Baixo Guandu e Aimorés vão ouvir estas sirenes, sempre em período diurno apenas como teste. No mês de novembro, as duas comunidades realizarão testes simulados de fuga, em datas a serem confirmadas.  

Em Baixo Guandu, as 9 sirenes instaladas e as dezenas de placas indicando rotas de fuga trouxeram algumas dúvidas sobre a segurança da barragem da Usina Hidrelétrica de Aimorés.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *