Morre aos 66 anos Carlos Show, ex-presidente da câmara de Baixo Guandu-ES.

Baixo Guandu-ES – Morreu no fim da tarde de ontem, sábado (20), em Vitória, aos 66 anos, Carlos Show Rodrigues, funcionário aposentado da Vale, onde gerenciava a estação ferroviária do município e foi vereador por dois mandatos (1987/88 e 1997/2000), por três vezes foi presidente da câmara de Baixo Guandu, na região Noroeste do Espírito Santo.

Show estava internado em Vitória há trinta dias, ele enfrentava sérios problemas de saúde, nos últimos anos foi diagnosticado com um sério problema na coluna cervical que o atrapalhava caminhar e com um câncer na próstata, ele travou uma batalha mas acabou falecendo vítima da doença.

Carlos Show foi um grande líder político, militante partidário e com participação ativa na política de Baixo Guandu. Na década de 90 foi onde ele se destacou, sendo eleito novamente a vereador e o responsável pela candidatura e eleição do ex-prefeito Elci Pereira “Cici” (também falecido), em 1996. Disputou a prefeitura em 2000 mas não conseguiu se eleger sendo derrotado por Chico Barros.

O político não tinha esposa e deixou um filho que ele adotou, hoje já um homem formado que atualmente mora no Rio de Janeiro e veio acompanhar os trabalhos do sepultamento do pai. Não houve velório na cidade, o corpo foi cremado a pedido dele em um crematório de Vitória. As suas cinzas serão encaminhadas depois para serem depositadas em Baixo Guandu. A câmara municipal decretou luto oficial em homenagem ao ex-vereador.

Show no início da carreira política, quando era mais jovem, caminhava sempre com o lendário Monsenhor Alonso Leite (Padre Alonso), onde buscava recursos para a cidade, tinha relação com políticos influentes no Estado e em Brasília, como Stélio Dias (ex-deputado federal), Élcio Álvares (foi governador do ES), Gerson Camata (ex-governador e Senador), além de outros senadores, deputados federais, ministros e até presidente.

No meio político do município a reação foi de tristeza e muito sentimento. O presidente do Patriota 51, João Bosco – Boiá, afirmou que a cidade perde uma pessoa do bem e que a política está de luto. Aprendi a matemática política (coligações), com ele que era mestre nisso.

“Fui companheiro por alguns anos de sua vida política, na eleição de 1996 estive junto com ele naquele processo confuso, também tive a oportunidade de viajar para Brasília em 1997, eu como presidente do sindicato dos sevidores e ele como presidente da câmara, onde assistimos o julgamento no STJ que reintegrou 38 servidores municipais e participamos de reuniões com senadores e ministros do governo. Na ocasião ele pediu recursos para a cidade e uma unidade do INSS para Baixo Guandu, o que depois acabou se concretizando, disse Boiá.

A equipe do Jornal e site ATV – A Tribuna do Vale deixa aqui as suas homenagens ao Carlos Show e pelos serviços prestados ao município e a sociedade. Nossas sinceras condolências a toda família enlutada.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.